Blog do Marcel Rizzo

Pressionado para tirar Dorival, presidente do Santos recebe Cuca como opção

Marcel Rizzo

A eliminação para a Ponte Preta nas quartas do Paulista aumentou a pressão sobre o presidente santista Modesto Roma Júnior para demitir Dorival Júnior.

Modesto continua contrário, e defende seu treinador. Mas um dos argumentos do cartola a aliados e até desafetos pela permanência, de que não há nome no mercado que valha a pena fazer troca, enfraqueceu porque um que agrada foi apresentado ao dirigente: Cuca.

Campeão brasileiro com o Palmeiras em 2016, Cuca deixou o clube da capital paulista para tirar um ano sabático, com seus familiares. Era uma promessa antiga do treinador à família, que ele cumpriria em 2016 após deixar o futebol chinês, mas que adiou após ser chamado pelo Palmeiras. O projeto por lá o agradou, ele assumiu e avisou que sairia em dezembro de 2016, o que ocorreu.

Cuca está há mais de quatro meses descansando e, para Modesto, foi dito que um bom projeto atrairia o técnico de volta â Vila Belmiro. Como jogador, ele passou pelo clube em 1993, e como técnico em 2008 — ele ficou no banco de reservas apenas um mês e meio, e os maus resultados o fizeram sair com 14 jogos, três vitórias, quatro empates e sete derrotas.

A Modesto, aliados falaram que o elenco do Santos tem qualidade, e isso atrairia Cuca. O problema, porém, poderia ser salarial. Dorival Júnior não recebe muito mais do que R$ 300 mil, e Cuca deixou o Palmeiras ganhando cerca de R$ 500 mil. Hoje, seria um valor longe do que o Santos quer e pode pagar.

Para tentar animar o presidente, aliados até mostraram a ele uma entrevista concedida por Cuca em 2013, quando era técnico do Atlético-MG e o clube mineiro fez um treino no CT Rei Pelé, antes de uma partida. Cuca fez elogios ao Santos, disse que sua saída foi motivada pelo fato de ter emendado o trabalho no Botafogo, e que gostaria de voltar um dia.

“O treinador tem que dar uma paradinha de um clube para o outro”, disse Cuca, na época.

O blog apurou que aqueles que entendem que o melhor seja a saída de Dorival Júnior avaliam que Modesto Roma estava fechado para a hipótese porque o principal nome apresentado como opção, antes, era o de Vanderlei Luxemburgo, que tem muitos amigos na Vila Belmiro. O presidente não queria saber de Luxa. Este, porém, deve voltar ao futebol chinês.