Blog do Marcel Rizzo http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar Thu, 20 Jul 2017 04:00:33 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Como o Brasil se tornou o país que mais compra jogadores no mundo http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/20/como-o-brasil-se-tornou-o-pais-que-mais-compra-jogadores-no-mundo/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/20/como-o-brasil-se-tornou-o-pais-que-mais-compra-jogadores-no-mundo/#respond Thu, 20 Jul 2017 04:00:33 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2732 O Brasil há anos é o principal exportador de jogadores no futebol mundial, mas agora também é o que mais importa.

Detalhamento de relatório da Fifa sobre as transferências internacionais em 2016 mostra que clubes brasileiros fizeram 1.486 transações. Nenhum outro país comprou, emprestou ou vendeu tantos atletas – o segundo com mais negócios fechados, a Inglaterra, teve total de 1.391 – os dados são compilados pelo sistema de transferências da entidade, chamado de TMS.

Segundo a Fifa, 807 jogadores deixaram o Brasil no ano passado para outras confederações, tornando o país o que mais exportou. Por outro lado, 679 chegaram por aqui vindos de outros países, número também não batido por ninguém. O rico futebol inglês, que compra mais do que vende jogadores, contratou 659 atletas (veja no quadro abaixo).

Comparado com 2015, o Brasil aumentou em pouco mais de 9% o total de suas transações para 2016 (de 1.359 para 1.486), turbinado pelo aumento da importação, não da exportação. Entraram no país 16% a mais de atletas em 2016 do que em 2015 (de 585 para 679), enquanto saíram 4% a mais de um ano para o outro (de 774 para 807).

“A valorização do dólar frente ao real explica um pouco essa situação. Jogadores contratados de fora chegaram para ganhar salários maiores, por isso o aumento do número de transações”, disse o consultor em gestão esportiva Amir Somoggi.

Saúde financeira

O blog ouviu executivos de clubes, que participaram de algumas dessas negociações. Outros dois fatores foram apontados para explicar o aumento das importações e o Brasil aparecer na frente de Inglaterra e Espanha, que até 2015 lideravam o número de contratações no mundo.

O primeiro é o aumento de faturamento dos clubes, principalmente em acordos com a televisão, algumas pagando luvas gordas por novos contratos assinados, e também em mais dinheiro arrecadado com bilheterias e programas de sócios torcedores — na esteira da modernização dos estádios por causa da Copa do Mundo de 2014.

O segundo foi a lei de responsabilidade fiscal, o Profut, que fez os clubes parcelarem as dívidas tributárias com juros camaradas, em troca de contrapartidas. Boa parte dessas contrapartidas é justamente melhorar a saúde financeira.

Com mais dinheiro em caixa, e menos gastos irresponsáveis, sobrou mais dinheiro para contratar jogadores de fora do Brasil, analisaram esses executivos. O grosso gasto, porém, é para o pagamento de salário e luvas para jogadores que estão fora do país, e não em transferências, diferentemente do que acontece na Inglaterra ou Alemanha.

Por isso que, se é o que mais contratou atletas, o Brasil é apenas o décimo que mais gastou, com R$ 268 milhões. A Inglaterra, por exemplo, desembolsou incríveis R$ 4,1 bilhões (veja detalhes nos quadros abaixo).

]]>
0
Até a oposição pede para o Corinthians renovar logo com Carille http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/19/ate-a-oposicao-no-corinthians-pede-que-carille-renove-acordo-o-quanto-antes/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/19/ate-a-oposicao-no-corinthians-pede-que-carille-renove-acordo-o-quanto-antes/#comments Wed, 19 Jul 2017 04:00:57 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2720

Fábio Carille tem bom ano pelo Corinthians (Crédito: Daniel Augusto Jr.)

Há pressão no Parque São Jorge sobre o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, para antecipar a renovação de contrato do Fábio Carille, que termina no fim de 2017. E membros da oposição, que podem assumir a presidência do clube em 2018, são favoráveis que renove já.

A movimentação aumentou depois que Carille revelou, em entrevista semana passada à Rádio Bandeirantes, que recebeu sondagem da China – nesta semana, à Jovem Pan, ele detalhou que foi antes do jogo contra o Grêmio, dia 25 de junho.

Conselheiros do grupo que detém o poder acham que garantir a permanência de Carille agora evitaria que qualquer problema para renovar no fim do ano seja usado por oposicionistas par desgastar a imagem do candidato da situação (que ainda não se sabe quem será).

Andrade argumenta que o calendário eleitoral do clube prejudica o planejamento porque a eleição, marcada para fevereiro de 2018, ocorre dois meses depois do fim da temporada do futebol, quando os contratos são renovados. Em conversas dentro do clube, ele diz que espera a definição dos candidatos, o que ocorrerá provavelmente em outubro, para consultá-los sobre a renovação de Carille, já que será um acordo que valerá para o próximo mandato.

Foi o que fez Mário Gobbi, antecessor de Andrade, que fez uma consulta e, com o que ouviu, não renovou o contrato de Mano Menezes ao fim de 2014 — Tite acabou contratado.

O blog ouviu pré-candidatos e líderes de grupos oposicionistas, que se mostraram favoráveis à renovação de Carille antecipadamente. Com ele, o time conquistou o Campeonato Paulista de 2017 e lidera o Brasileiro com oito pontos na frente do segundo colocado, o Grêmio, após 14 rodadas. Seja quem for assumir o clube em 2018, Carille só não será o técnico se não quiser.

“Não vejo problema em renovar com ele já, ele faz um ótimo trabalho e tem que continuar. Ele tem uma ligação forte com o clube e sabe que é um diferencial muito grande treinar o Corinthians”, disse o ex-diretor de futebol Antônio Roque Citadini, que perdeu a eleição de 2015 para Roberto de Andrade e que se coloca como pré-candidato.

Sempre provocador, Citadini só fez uma ressalva sobre a proposta chinesa. “Eles têm muito dinheiro, mas vamos falar a verdade, a pessoa vai para lá e some. O Paulinho [volante, ex-Corinthians] só não sumiu por causa do técnico [Tite, que o convocou para a seleção]”, disse Citadini.

Perfil do clube

Para Felipe Ezabella, ex-diretor de esportes terrestres e que faz parte de um grupo denominado “Corinthians Grande”, que conta com pessoas que trabalharam nas gestões de Andrés Sanchez e Mário Gobbi, seria hipócrita uma gestão que assumisse e não permanecesse com Carille.

“Ele tem o perfil que nosso grupo pensa para o clube, é jovem [43 anos], estudioso, ético, conhece o clube. Eu não o conheço tão bem, mas outras pessoas do grupo conhecem e ele tem essas virtudes. Não teria problema nenhum renovar com ele [antecipadamente]”, disse Ezabella, afirmando que isso não foi conversado por seu grupo ainda e que essa era sua posição pessoal. O “Corinthians Grande” ainda não definiu quem será seu candidato a presidente.

Derrotado em 2009 por Andrés Sanchez e em 2012 por Mário Gobbi, Paulo Garcia disse que assinaria “ontem” com Carille. Ele ainda não decidiu se vai tentar mais uma vez ser o presidente corintiano, mas tem se aproximado do grupo político de Sanchez.

“O Carille é um treinador competente, tem que permanecer e ficar por muito tempo no Corinthians. É uma pessoa que conhece o clube, está há anos no departamento de futebol, e isso é muito importante”, disse Garcia.

Nome sempre cotado para ser o candidato da situação na eleição de fevereiro de 2018, o ex-presidente e deputado federal Andrés Sanchez disse que essa é uma decisão que cabe a Roberto de Andrade, que ainda será o presidente ao fim de 2017, quando ela deverá ser tomada. Sanchez tem tido que não será candidato, mas a falta de um nome forte de seu grupo o coloca como candidato natural.

Leia mais sobre o Corinthians

]]>
19
5 anos e ‘superbônus’ dentro e fora de campo: o que o PSG oferece a Neymar http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/18/oferta-psg-a-neymar/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/18/oferta-psg-a-neymar/#comments Tue, 18 Jul 2017 15:54:46 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2709

O atacante Neymar durante treino do Barcelona nessa segunda-feira (17) (Manu Fernandez/AP)

Ao renovar o contrato com o Barcelona até 2021, Neymar teve o salário triplicado, para cerca de 16 milhões de euros (R$ 58,5 milhões), e abriu mão de bonificações por metas alcançadas comuns em contratos caros, como artilharia, título de melhor do mundo, e convocação para a seleção brasileira.

A proposta de cinco anos do PSG a Neymar retoma esses ‘super bônus’, que podem elevar o salário anual do atacante para quase 40 milhões de euros (R$ 146 milhões) – ele seria o atleta mais bem pago do futebol europeu. Esses gatilhos são esportivos, com os bônus por metas alcançadas citados, mas também institucionais. A ideia do PSG é faturar alto em projetos de marketing usando a imagem de Neymar, e repassar a maior parte ao atleta.

Neymar seria garoto-propaganda de projetos sociais que o clube tem pelo mundo junto com empresas. Ele atuaria também para patrocinadores atuais e para ajudar a buscar novas empresas dispostas a injetar dinheiro no PSG. O time pertence a um grupo do Qatar, o Qatar Sports Investment, que tem interesse também em promover a Copa do Mundo de 2022, que será no país do Oriente Médio.

Neymar, segundo informação do jornalista Marcelo Bechler, do canal Esporte Interativo, aceitou essa oferta. O estafe do atacante nega. O PSG, agora, tem que pagar a multa rescisória do atleta com o Barcelona, de 222 milhões de euros (R$ 810 milhões) – esse valor também teve acréscimo na renovação de Neymar acertada em outubro de 2016. No ano que vem, por exemplo, ela salta para 250 milhões de euros (R$ 910 milhões).

o Barcelona está confiante que ele não sairá da Espanha. “Com 200% de certeza, digo que Neymar não deixará o clube neste verão [janela de transferências de julho e agosto]”, disse Jordi Mestre, vice-presidente do Barça.

]]>
26
Cartola preso com pai na Espanha foi homem-forte da Conmebol por anos http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/18/cartola-preso-com-pai-na-espanha-foi-homem-forte-da-conmebol-por-anos/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/18/cartola-preso-com-pai-na-espanha-foi-homem-forte-da-conmebol-por-anos/#respond Tue, 18 Jul 2017 08:40:37 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2705 Preso nesta terça (18) junto com seu pai, o espanhol Gorka Villar foi por bastante tempo braço direito de ex-presidentes da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) que também estão detidos acusados por corrupção no futebol.

Gorka e Angel Maria Villar, que preside a Federação Espanhola de Futebol e é um dos vice-presidentes da Fifa, foram presos por suspeitas de terem beneficiado diversas empresas em contratos que prejudicaram a federação da Espanha.

Gorka Villar foi por anos homem forte do departamento jurídico da Conmebol, nas gestões do paraguaio Nicolás Leoz (a partir de 2012) e do uruguaio Eugenio Figueredo — os dois foram presos acusados de beneficiar empresas de marketing esportivo na venda de direitos comerciais de competições organizadas pela confederação sul-americana.

Na gestão de Juan Ángel Napout, em 2014, Villar se tornou ainda mais poderoso na entidade, assumindo o cargo de diretor-geral. Nenhuma decisão na confederação era realizada sem o aval de Gorka, que era uma espécie de primeiro-ministro de Napout, que assumiu com o discurso de limpeza após as prisões de Leóz e Figueredo.

O problema é que, em dezembro de 2015, Napout também foi preso acusado dos mesmos crimes que os antecessores. Gorka permaneceu no cargo esperando o próximo presidente, comandando a entidade. Quem assumiu, no início de 2016, foi outro paraguaio, Alejandro Dominguez, que também chegou com o discurso de mudanças.

Mesmo com denúncias internas de que Gorka havia participado dos esquemas que seus ex-chefes estavam sendo acusados, ele ainda permaneceu por seis meses como CEO da Conmebol, até ser demitido. Nesse meio tempo, por exemplo, comandou um perdão a clubes punidos pelo tribunal de disciplina, em meio às festividades dos 100 anos da Conmebol — o maior beneficiário com a anistia foi o Boca Juniors, tradicional time da Argentina que estava punido com quatro jogos sem torcida por problemas na Libertadores de 2015.

Em um processo que corre no Uruguai, clubes do país acusam a Conmebol, e Gorka, de recusarem ofertas melhores para vender os direitos da Libertadores e da Sul-Americana para beneficiar empresas que pagaram menos. É a mesma acusação feita pelo Departamento de Justiça dos EUA que levou a prisão Leóz, Figueredo e Napout, e o ex-presidente da CBF José Maria Marin, que vive em prisão domiciliar nos Estados Unidos.

]]>
0
SP é time que mais usou estrangeiros no ano; e diretoria é cobrada por isso http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/17/sp-e-time-que-mais-usou-estrangeiros-no-ano-e-diretoria-e-cobrada-por-isso/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/17/sp-e-time-que-mais-usou-estrangeiros-no-ano-e-diretoria-e-cobrada-por-isso/#comments Mon, 17 Jul 2017 11:02:57 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2693

Lugano renovou com o São Paulo até o fim de 2017 (Crédito: Érico Leonan/saopaulofc.net)

O São Paulo foi o time brasileiro, ao lado do Flamengo, que mais utilizou jogadores estrangeiros na temporada 2017, sete até o momento.

O inchaço de “gringos” no elenco colocou de lado de vez o zagueiro Diego Lugano, que em junho renovou o vínculo até o fim do ano depois de uma novela que durou alguns meses. Como pelo regulamento da CBF um time só pode colocar na súmula cinco estrangeiros por partida, o uruguaio ficou fora dos relacionados do jogo deste domingo, contra a Chapecoense, e da partida de quinta-feira passada frente o Atlético-GO, no Morumbi.

Já há pressão na diretoria a respeito dessa situação e do planejamento feito, já que no mesmo momento que Lugano renovou, outros dois estrangeiros foram contratados, o zagueiro equatoriano Arboleda e o meia argentino Jonathan Gómez.

Com eles, o time chegou a seis estrangeiros no elenco, todos disputando vagas em suas posições. Há questionamento se não houve precipitação na renovação de Lugano, que provavelmente terá poucas chances até dezembro – os defensores da prorrogação dizem que ele será importante no vestiário, auxiliando no momento difícil que o time passa no Brasileiro.

Além de Lugano, Arboleda e Gómez, já vestiram a camisa do time no ano o meia peruano Cueva, o atacante argentino Lucas Pratto, o zagueiro argentino Buffarini e o atacante argentino Chávez – destes, somente o último já deixou o time, de volta ao Boca Juniors.

Até o fim da janela de transferências para os principais mercados da Europa, no fim de agosto, Cueva poderá ser negociado, o que abriria novamente espaço a Lugano ser ao menos relacionado para as partidas. O peruano chegou a ficar fora do time entre a saída de Rogério Ceni e a chegada de Dorival Júnior, mas o novo treinador parece contar com o meia.

Entre os concorrentes da Série A do Brasileiro, que são as que mais usam estrangeiros em seus elencos, até por terem mais dinheiro para contratar, São Paulo e Flamengo já utilizaram sete no ano, e o Grêmio seis. A média, porém, é de 3,5 “gringos” em campo por essas equipes na temporada, menos, portanto, do que o limite imposto pela CBF – vale ressaltar que os times podem ter registrados quantos estrangeiros quiserem, só há o limite por partida.

Veja abaixo quantos estrangeiros cada time da Série A usou no ano:

São Paulo – 7

Flamengo – 7

Grêmio – 6

Cruzeiro – 5

Palmeiras – 4

Atlético-MG – 4

Santos – 4

Vasco – 4

Vitória – 4

Botafogo – 4

Bahia- 3

Corinthians – 3

Avaí – 3

Chapecoense – 3

Sport – 3

Fluminense – 2

Atlético-PR – 2

Coritiba – 1

Ponte Preta – 0

Atlético-GO – 0 

]]>
23
Pablo custará ao Corinthians quase tudo o que clube projetou gastar em 2017 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/14/pablo-custara-ao-corinthians-quase-tudo-o-que-clube-projetou-gastar-em-2017/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/14/pablo-custara-ao-corinthians-quase-tudo-o-que-clube-projetou-gastar-em-2017/#comments Fri, 14 Jul 2017 04:00:56 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2676

O zagueiro Pablo deve ser a maior contratação do Corinthians no ano (Crédito: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O zagueiro Pablo vale quase tudo o que o Corinthians projetou gastar em 2017 para reforçar o elenco. Na próxima semana, a diretoria e o estafe do jogador de 26 anos terão uma reunião para voltar a tratar da compra ao Bordeaux, da França, que o emprestou até o fim de dezembro próximo e precisa receber 3 milhões de euros (cerca de R$ 11 milhões) até a data limite.

No orçamento para 2017, a diretoria corintiana fez previsão de gastar R$ 13 milhões com a compra de direitos econômicos de atletas, ou seja, apenas R$ 2 milhões a mais do que custa Pablo. Previsão baixa, mas devido à crise financeira vivida pelo clube, que chegou a atrasar salários no fim de 2016 e início de 2017.

Esse número contava apenas os valores que poderiam ser desembolsados diretamente para a aquisição de atletas, sem contar empréstimos ou aqueles que estavam livres e se pagariam “somente” luvas.

Até o momento, a marca de R$ 13 milhões não foi atingida. Foram gastos aproximadamente R$ 11,8 milhões entre as aquisições do volante Gabriel, dos atacantes Clayson e Kazim e do zagueiro Vilson, também quase o valor que será gasto com Pablo.

O atacante Luidy teve a contratação definida no fim do ano passado e não entrou na soma. Já Jadson, por exemplo, acertou luvas de R$ 4 milhões, mas diluídos nos salários, o mesmo acontecendo com o atacante Jô e com o meia Fellipe Bastos (com valores mais baixos).

A permanência de Pablo é considerada prioridade para um Corinthians que começou o ano com expectativa baixa, mas provavelmente terminará classificado para a Libertadores-2018 e projeta um time forte para a próxima temporada. O clube, ainda em crise financeira, gostaria de parcelar a compra do jogador, por isso a negociação ainda pode se arrastar.

]]>
18
Palmeiras já não descarta mais vender jogadores em 2017. Quem pode sair? http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/13/palmeiras-ja-nao-descarta-mais-vender-jogadores-em-2017-quem-pode-sair/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/13/palmeiras-ja-nao-descarta-mais-vender-jogadores-em-2017-quem-pode-sair/#comments Thu, 13 Jul 2017 10:55:35 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2665

Tchê Tchê faz temporada 2017 irregular, mas interessa a clubes (Crédito: Friedemann Vogel/Getty)

Procuradores e cartolas de times estrangeiros que têm procurado o Palmeiras por interesse em atletas não ouvem mais que ninguém será negociado em 2017. Todos são orientados a esperar “meados de agosto” — o mercado de transferências nos principais países europeus termina no fim de agosto.

No clube alviverde, a possibilidade de eliminações nas quartas da Copa do Brasil, e principalmente nas oitavas da Libertadores, faz com que já se projete a venda de alguns atletas e antecipação de planejamento para 2018 – Cuca tem contrato até o fim do ano que vem e, se nada de extraordinário acontecer, comandará esse processo se realmente for necessário.

Três jogadores são os que recebem mais sondagens: Tchê Tchê, Dudu e Róger Guedes. Os dois primeiros caíram de produção em 2017 e já não são inegociáveis. Róger faz uma boa temporada e é um dos preferidos de Cuca no elenco. Mesmo assim, uma boa proposta dificilmente seria recusada em caso de antecipação do planejamento para 2018.  No começo do ano, cinco jogadores já tinham recebido ofertas, e o clube segurado, como mostrou o blog.

O Besiktas, da Turquia, é um dos clubes que tem interesse em Dudu, e monitora a situação. Times menores da Espanha e da Itália olham para Tchê Tchê e Guedes, respectivamente. Apesar de criticado por torcedores e também em má fase, o lateral-esquerdo Egídio teve sondagens de um clube do leste europeu.

Dia D

A data chave é 9 de agosto, dia em que o Palmeiras recebe o Barcelona de Guayaquil-QUE, precisando reverter a derrota que sofreu por 1 a 0 na partida de ida, dia 5 de julho. É preciso vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas (1 a 0 leva a decisão para os pênaltis). Não é um placar difícil de se conseguir, mas o mau futebol apresentado pelo time no momento faz com que haja desconfianças da possibilidade de reversão.

Na Copa do Brasil, é preciso bater o Cruzeiro, dia 26 de julho, no Mineirão para chegar à semifinal. Novamente nada que seja “de outro mundo”, mas domingo passado o Palmeiras foi dominado pelo mesmo Cruzeiro, no mesmo Mineirão, e perdeu por 3 a 1 pelo Brasileiro.

A derrota para o Corinthians na quarta, 2 a 0 em casa, fez com que o rival abrisse 16 pontos para o Palmeiras, em 13 rodadas do Brasileiro. Apesar de ser possível ainda brigar pelo título, o próprio Cuca admitiu que o Bi da Série A deixou de ser prioridade a partir de agora.

Os 15 dias que separam as partidas contra Cruzeiro e Barcelona serão decisivos para um clube que investiu pesado em contratações no ano, como o colombiano Borja, o venezuelano Guerra e o volante Felipe Melo – destes, somente Guerra é titular com Cuca.

Internamente, a situação do diretor Alexandre Mattos continua normal – ele tem apoio do presidente Mauricio Galiotte e principalmente da Crefisa, a patrocinadora do clube que tem bancado algumas das principais contratações.

]]>
85
Possível transmissão via Facebook diminui atritos na Copa do Nordeste http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/13/possivel-transmissao-via-facebook-diminui-atritos-na-copa-do-nordeste/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/13/possivel-transmissao-via-facebook-diminui-atritos-na-copa-do-nordeste/#respond Thu, 13 Jul 2017 04:00:21 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2649 Os organizadores da Copa do Nordeste negociam os direitos de transmissão para 2018 com duas emissoras de TV aberta, as afiliadas de SBT e Record na região, e com o Facebook, para transmissão online.

O blog apurou que as negociações com as duas emissoras e, principalmente, com o Facebook agradaram aos clubes que fazem parte da Liga. Uma das preocupações era que, sem a renovação com a Globo, houvesse uma diminuição do alcance da Copa do Nordeste sem estar presente em uma plataforma aberta, que não haja cobrança de assinatura para se assistir aos jogos.

Mesmo se não houver acordo com TVs, as transmissões onlines atendem o desejo de atingir o púbico de forma gratuita — a TV fechada cabe ao Esporte Interativo, que é o detentor dos direitos até 2022 e quem negocia para todas as plataformas.

Parceira nos últimos anos em TV aberta, a Globo não renovou o acordo, não concordando com aumento pedido de 40%, o que gerou desconfianças de membros da Liga do Nordeste sobre a viabilização econômica da competição. O Sport, vice-campeão da edição 2017 e uma das principais forças do futebol nordestino, comunicou que deixaria a Liga, e consequentemente o torneio, por não concordar com formato de disputa e com as cotas pagas.

O Esporte Interativo garantiu aos clubes o pagamento da cota integral mesmo se não houver acordo com nenhuma TV aberta – cada clube recebe mínimo de R$ 600 mil, e o campeão pode faturar mais de R$ 2 milhões – estima-se que a receita total da competição em 2018 seja de R$ 28 milhões.

O Bahia, campeão da edição de 2017 e os times cearenses apoiam o novo formato, que terá 16 participantes (não mais 20), com 12 garantidos via performance nos Estaduais, e os outros quatro saindo por uma seletiva também com base em classificação no Estado.

Além do Sport, o Náutico, outro de grande torcida na região, não gostou da fórmula porque não garante a ele uma vaga na competição sem que tenha se qualificado via Estadual. O Náutico seguiu o Sport e avisou que deixará a Liga – o clube não tem vaga para jogar o Nordestão no ano que vem, mas curiosamente pode entrar com a desistência do Sport.

O Esporte Interativo informou que “não comenta negociações em andamento ou especulações”.

]]>
0
Como Cássio, nunca chamado por Tite, virou favorito a titular da seleção http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/12/como-cassio-nunca-chamado-por-tite-virou-favorito-a-titular-da-selecao/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/12/como-cassio-nunca-chamado-por-tite-virou-favorito-a-titular-da-selecao/#comments Wed, 12 Jul 2017 04:00:07 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2627

Cássio (centro), entre Jefferson e Diego Alves, na convocação para a seleção em 2012 (Crédito: Leonardo Soares/UOL)

Tite e Taffarel procuram um goleiro para ser o titular da seleção brasileira na Copa-2018. As visitas do preparador de goleiros da CBF a alguns clubes não são apenas para observar candidatos a aparecer entre os 23 convocados. A menos de um ano do Mundial, a seleção não tem confirmado o seu camisa 1.

Nesse cenário, Cássio desponta como favorito, mesmo sem nunca ter sido chamado por Tite para a seleção. Primeiro há a questão técnica: o corintiano vive ótima fase, tem na bagagem outras convocações para a seleção (duas com Dunga e uma com Mano) e experiência no futebol europeu (na Holanda). 

O mais importante, porém, é a relação com Tite, reativada depois de um entrevero na época de Corinthians. Houve um problema, pouco antes de Tite assumir a seleção, em maio de 2016, quando Cássio foi barrado para a entrada de Walter. Internamente, Cássio revelava mais mágoa com Mauri Lima, o preparador de goleiros do time do Parque São Jorge. Hoje, a relação de técnico e goleiro é boa (já conversaram a respeito).

Com tudo isso, por que Cássio não teve chance até agora? Porque a comissão técnica acreditava que Alisson poderia ser o titular (não acredita mais), e porque Cássio tem um 2017 ótimo, mas teve um 2016 irregular, quando até perdeu a vaga de titular no Corinthians. Por isso a chance não veio antes.

Cássio já deve aparecer como titular em ao menos um dos jogos das eliminatórias para a Copa-2018, contra Equador, dia 31 de agosto, em Porto Alegre, e Colômbia, dia 5 de setembro, fora. Se a Copa fosse hoje, ele entraria como principal candidato a ser o titular, apurou o blog.

Taffarel esteve no centro de treinamento corintiano, e também no santista, vendo Vanderlei, 33. O goleiro do Santos está em ótima fase e deve ganhar chance ainda este ano. Houve também observação, in loco e por vídeos, de Magrão, do Sport, outro que está muito bem. Mas pesa contra ele a idade. Tem 40 anos hoje, e não se sabe como estará fisicamente daqui 11 meses.

Mesma situação de Fernando Prass, do Palmeiras, que foi chamado para os Jogos Olímpicos de 2016, se machucou por lá e tinha voltado ao radar de Tite no começo do ano. Eles completou 39 anos, terá 40 na Copa, mas vive fase irregular no clube e neste momento está descartado.

As opções

Não há confiança por parte da comissão técnica nos jogadores convocados para o gol até o momento. Foram sete: Alisson (Roma), Weverton (Atlético-PR), Ederson (recém vendido pelo Benfica ao Manchester City), Alex Muralha (Flamengo), Danilo Fernandes (Inter), Marcelo Grohe (Grêmio) e Diego Alves (Valencia).

Alisson foi o mais usado até agora, e pode ser até considerado o titular de Tite. Dos 11 jogos da seleção sob o comando do treinador, Alisson começou oito. Uma das partidas em que ele não esteve, amistoso contra a Colômbia para ajudar a Chapecoense, só teve atletas que atuavam no Brasil, e Weverton atuou. As duas outras partidas, amistosos frente Argentina e Austrália, jogaram Weverton e Diego Alves, em testes do técnico.

Taffarel gosta, muito, de Alisson. Foi o preparador de goleiros que o lançou como titular da seleção ainda sob a gestão Dunga, quando o arqueiro despontava com boas atuações no Inter. O problema é que Alisson é reserva na Roma. Na temporada 2016/2017 fez somente 15 partidas, nenhuma pelo Campeonato Italiano, a principal competição por lá.

Para a comissão técnica, o goleiro precisa ter ritmo, e se Alisson continuar na reserva na próxima temporada não se sabe como chegará para a Copa do Mundo.

Os outros seis atletas convocados são bons goleiros, mas não há confiança para dar a titularidade a nenhum deles. Diego Alves, que ganhou a primeira chance com Tite em amistoso contra a Austrália, foi bem avaliado, e deve ganhar novas oportunidades.

Cássio, 30, vai estrear com Tite na seleção, mas teve convocações em três momentos diferentes da carreira: em 2007, com 20 anos, foi lembrado por Dunga para amistosos contra Gana e Chile. Em 2012 foi chamado por Mano Menezes para amistosos contra África do Sul e China, e em 2015, na segunda passagem de Dunga, esteve nas partidas frente Argentina e Peru, pelas eliminatórias.

Com Tite, no Corinthians, foi campeão da Libertadores e Mundial em 2012. E confiança é algo fundamental para que o técnico da seleção escolha os jogadores sob seu comando no Brasil.

]]>
40
Prêmio Fifa de melhor do mundo em 2017 avaliará só sete meses dos atletas http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/11/premio-fifa-de-melhor-do-mundo-em-2017-avaliara-so-sete-meses-dos-atletas/ http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/2017/07/11/premio-fifa-de-melhor-do-mundo-em-2017-avaliara-so-sete-meses-dos-atletas/#comments Tue, 11 Jul 2017 04:00:40 +0000 http://marcelrizzo.blogosfera.uol.com.br/?p=2610

Cristiano Ronaldo recebe troféu de 2016 ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino (Crédito: Fabrice Coffrini/AFP)

O prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa em 2017 levará em conta o desempenho dos atletas por pouco mais de sete meses, e não os 12 meses tradicionais.

Tudo isso para adaptar a premiação ao novo calendário, que agora levará em conta o período de jogos na Europa (temporadas de agosto a maio, com férias em junho e julho), diferentemente do que acontecia anteriormente, que analisava os atletas de novembro de um ano a novembro do outro.

Desta maneira, os jogadores das potências europeias, que sempre disputam a premiação, tinham avaliadas a parte final de uma temporada e a inicial da outra, o que desagradava a cúpula da Fifa. A partir da temporada 2017/2018, voltará a se avaliar por um ano, de julho a julho ou agosto a agosto, sempre respeitando o início e o fim do calendário europeu.

A Fifa enviou a seus filiados, em 7 de julho, comunicado explicando como será o sistema de votação. Foi definido então que para escolher o melhor jogador de 2016/2017 serão avaliadas as atuações em campo, e conduta fora dele, de 20 de novembro de 2016 a 2 de julho de 2017, pouco mais de sete meses portanto.

Para Cristiano Ronaldo faturar seu quarto troféu, por 2016, foi avaliado seu desempenho de 22 de novembro de 2015 a 20 de novembro de 2016, um ano. O português é o favorito para receber a quinta taça depois do título europeu do Real Madrid no evento de gala que ocorrerá dia 23 de outubro, em Londres – outra mudança, já que a premiação acontecia em janeiro, na Suíça, país onde está a Fifa.

A Fifa entrega o prêmio de melhor jogador do mundo desde 1991. Em 2010, passou a realizar uma premiação conjunta com a conceituada revista “France Football”, que desde 1956 decidia qual o melhor jogador do planeta (sempre alguém que atuava na Europa, na verdade) entregando a bola de ouro.

De 2010 a 2015, o prêmio da Fifa se chamou “Fifa Bola de Ouro”, mas em 2016 a entidade voltou à organização solo e o rebatizou de “Prêmio Fifa dos Melhores do Futebol”. A votação passou a ser dividida em quatro grupos, com pesos iguais: os capitães e técnicos das seleções, jornalistas e público em geral, via internet.

A votação se mantém assim agora, mas especialistas da Fifa vão elaborar uma lista prévia de 23 nomes, e daí que se poderá votar de 21 de agosto a 7 de setembro, informou a Fifa semana passada a seus filados. Os três mais votados, extraídos da lista inicial de 23, participam da festa de gala.

Para a escolha da melhor jogadora, e dos melhores treinadores homem e mulher, será feita uma lista com dez nomes, da qual sairão os três com maior votação para estarem presentes na premiação para cada categoria.

Em janeiro de 2017, receberam os prêmios pela temporada 2016 Cristiano Ronaldo (Real Madrid) como melhor jogador, a americana Carli Lloyd (Houston Dash), o técnico Claudio Ranieri (Leicester) e a técnica Silvia Neid (Alemanha). O argentino Lionel Messi, com cinco troféus da Fifa, é o maior vencedor até o momento.

]]>
3