Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Efeito Ceni faz Fortaleza ganhar R$ 3,5 milhões a mais com sócio torcedor

Marcel Rizzo

2023-01-20T19:10:18

23/01/2019 10h18

Ceni conseguiu primeiro título como técnico no Fortaleza (Crédito: Divulgação Fortaleza)

Ao contratar Rogério Ceni no fim de 2017, a diretoria do Fortaleza mirava, claro, ganho técnico com o trabalho à beira do gramado, mas não escondia que a marca Ceni seria importante para alavancar as receitas do clube. Passou 2018, o time conseguiu o acesso para a elite do Brasileiro, o treinador renovou para 2019, e o ano terminou com marcas expressivas, principalmente referente ao plano de sócio torcedor, uma das prioridades quando Ceni chegou.

Em 2017, pouco depois de conseguir o acesso à Série B, o Fortaleza tinha 7.600 sócios torcedores. Ceni foi apresentado no feriado de 15 de novembro daquele ano, em evento na Arena Castelão, com acesso do público. No seu contrato, além do salário, patrocinadores que chegassem associados a ele teriam o valor pago repartido entre o clube e o técnico.

No evento, uma marca de refrigerante já foi citada nominalmente por ele, além dele intensificar a importância do torcedor virar sócio. Hoje, são 25 mil associados, número que já foi até maior, quase 28 mil (queda entre temporada é considerada normal. Tendência é aumento ao início principalmente da Série A, quando as vantagens para compra de ingressos atraem os torcedores).

A receita somente do programa, em 2018, foi de quase R$ 10 milhões — aumento de R$ 3,5 milhões comparado com os R$ 6,5 milhões de faturamento em 2017. O valor foi superior, por exemplo, ao que o clube recebeu do principal patrocinador no ano passado, a Caixa, que estampou sua marca na camisa por R$ 2,4 milhões. O discurso no clube, hoje, é o de que seu principal patrocinador é seu torcedor.

A valorização da marca, na opinião do clube, fez por exemplo surgir convite para a disputa de um torneio sub-13 na Holanda, no começo de janeiro, enfrentando times tradicionais da Europa como Chelsea, Bayern de Munique e Manchester City. "Foi uma oportunidade do clube divulgar sua marca no alto nível internacional. Havia uma curiosidade enorme das equipes participantes, dos treinadores e do público [com o Fortaleza]", disse o presidente, Marcelo Paz.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo