Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Como Arthur Cabral pode atrasar uma definição para Deyverson no Palmeiras

Marcel Rizzo

2004-02-20T19:10:47

04/02/2019 10h47

Felipão e Deyverson participando de julgamento do STJD no fim de 2018 (Crédito: Léo Burlá/UOL)

Há um problema para a diretoria do Palmeiras na administração do caso de Deyverson após a cusparada que deu no corintiano Richard, no clássico de sábado (2): Arthur Cabral. O centroavante contratado do Ceará ainda aprimora a parte física neste início de temporada , se recuperando de problema no púbis, e qualquer atitude mais drástica da cúpula alviverde com o centroavante após o ocorrido no Allianz Parque depende de Arthur estar apto para revezar com Borja como camisa 9.

Deyverson pediu desculpa pelo ocorrido, a Richard e à diretoria e torcida do Palmeiras. Mas foi sua sexta expulsão desde que chegou ao clube, em julho de 2017. Além da possibilidade de pegar até 12 jogos de suspensão pela cusparada, uma punição dentro do clube é avaliada. Multa é o mais provável, mas seu afastamento e negociação chegaram a ser cogitados. O problema é que o técnico Luiz Felipe Scolari tem optado pelo rodízio de seus atletas, Deyverson reveza com Borja, e Arthur ainda está em recuperação física. E o técnico não abre mão de um jogador mais fixo na área em seu esquema tático.

Curiosamente, Arthur foi contratado em maio do ano passado para chegar somente em janeiro porque o clube, na época, pensava em negociar Deyverson. Ele não rendera até aquele momento nas mãos dos técnicos Cuca e Roger Machado. mas Felipão chegou em julho, e Deyverson passou a ter mais confiança e atuações convincentes, apesar de ainda criar problemas de comportamento dentro de campo. Ele fez o gol do título brasileiro, contra o Vasco em São Januário, caiu de vez na graça da torcida e qualquer ideia de negociá-lo foi revertida.

Tanto que a chegada de Arthur Cabral precisando de um recondicionamento físico não abalou a comissão técnica, que teria Borja e Deyverson para a função, com em 2018. O colombiano tem sido chamado para a seleção de seu país, mas com jogos somente em março, haveria tempo para Arthur se recuperar e entrar no time, se necessário, nessa época. A situação de Deyverson, porém, pode ter que acelerar essa recuperação do ex-atacante do Ceará (que não está inscrito no Paulista).

Felipão gosta muito de Deyverson, dentro de campo, mas também fora dele. Foram os papos com o treinador que fizeram o atacante render nos jogos, e tentar evitar expulsões bobas. O problema é que a diretoria trouxe uma opção a ele, que se render pode fazer com que o extracampo supere o campo em uma decisão de ficar com Deyverson.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo