Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Burocracia deve impedir Jorge Sampaoli de devolver salário ao Santos

Marcel Rizzo

2022-03-20T19:10:00

22/03/2019 10h00

Sampaoli orienta jogadores antes de mais um jogo do Campeonato Paulista (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

A disposição do técnico Jorge Sampaoli em devolver seu salário enquanto parte do elenco não recebe em dia é considerada internamente no Santos algo improvável de acontecer. A burocracia para isso, segundo o blog apurou, principalmente com questões referentes a impostos já pagos torna o procedimento complicado. Mesmo se recusar a receber é uma manobra difícil por fluxo de caixa e questões tributárias. Por enquanto não houve movimento oficial do treinador com relação a isso, até porque a diretoria promete acertar a dívida nas próximas horas. 

O Santos deve um mês de salário e dois de direito de imagem a alguns jogadores. O fato incomodou Sampaoli, que publicamente avisou não achar justo ele e sua comissão técnica receberem antes do acerto com esses atletas. O salário de Sampaoli é de US$ 166 mil (R$ 643 mil) mensais e como o blog mostrou em janeiro não há multa rescisória em seu contrato. Desde que assumiu, já fez algumas reclamações públicas contra a diretoria, como por falta de reforços e, agora, pelo não pagamento do salário de parte do elenco.

A diretoria santista justifica internamente que o fluxo de caixa foi prejudicado no início do ano por dois motivos principalmente: primeiro a não entrada do esperado dinheiro da venda internacional dos direitos comerciais do Campeonato Brasileiro — a CBF havia fechado com uma empresa, a BR Foot, mas desfez o acordo por falta de pagamento. O caso deve parar na Justiça. O segundo é a decisão de não antecipar as receitas das vendas de Rodrygo e de Bruno Henrique, que foram feitas parceladamente.

O clube tem a receber do Real Madrid um valor em julho por Rodrygo e ainda duas parcelas da negociação de Bruno Henrique ao Flamengo. A ideia no começo do ano era fazer uma antecipação de recebíveis com instituições financeiras relação a esses dois valores, mas o presidente José Carlos Peres acabou desistindo.

O atraso no pagamento repercutiu mal não só internamente, mas também fora do clube. Havia, por exemplo, o contato de Sampaoli com o estafe de Alexandre Pato, no mercado depois de rescindir na China. A informação de que o clube atrasou salários, porém, fez com que os contatos esfriassem por parte dos procuradores do atleta. Isso também desagradou a Sampaoli, o que explica a reação de expor o problema publicamente.

VEJA MAIS

Empresa não paga, notifica CBF e suspende contrato de transmissão do Brasileiro

Dirigente do Santos dá prazo de 48 horas para quitar os salários atrasados no Santos

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo