Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Brasil deve ter a Colômbia como base na Copa América conjunta de 2020

Marcel Rizzo

2029-03-20T19:10:50

29/03/2019 10h50

Troféu da Copa América exibido na última edição disputada, em 2015 no Chile (Crédito: Alfredo Estrella/AFP)

A Copa América de 2020 deverá ser pela primeira vez realizada em duas sedes, Argentina e Colômbia, e o Brasil já trabalha que provavelmente ficará baseado em solo colombiano. Uma das propostas de remodelação do regulamento do torneio prevê que cada país sede receberá um grupo com seis seleções cada, para facilitar o deslocamento das equipes e torcedores. O Brasil deve figurar na chave contrária da Argentina, portanto com a Colômbia.

O assunto deverá ter o martelo batido em 10 de abril, quando membros da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) se reunirão no Rio. A ideia de dois anfitriões surgiu após estudo concluir que uma das maneiras de crescer a receita da competição seria aumentar o número de partidas. No formato de hoje, que será usado na Copa América de 2019, no Brasil, as equipes podem atuar apenas três vezes, caso eliminadas na primeira fase. No novo método cada time faria até cinco confrontos, e o campeão poderia ter oito jogos no total — hoje são seis. Atualmente a Copa América tem 26 partidas e no regulamento imaginado para 2020 pularia para 38 com o mesmo número de participantes, 12.

O blog apurou que a indicação da Colômbia serviu, também, para acalmar a confederação local incomodada por ter ficado de fora do pool que tentará ser sede da Copa do Mundo de 2030. Inicialmente uma candidatura dupla de Argentina e Uruguai, o Paraguai foi incorporado e, depois, o Chile também formando quatro países pré-candidatos, algo inédito na história das Copas — 2026 será em três territórios, EUA, México e Canadá. Os colombianos disputaram com os chilenos essa quarta vaga como postulante a 2030.

A Copa América deste ano, que será disputada entre 14 de junho e 7 de julho em cinco cidades (São Paulo, Rio, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte) será a última em ano ímpar. A Fifa aprovou em 2018 o pedido da Conmebol para realizar a Copa América a cada quatro anos, a partir de 2020, como a Uefa faz com sua Eurocopa.

Também foi motivado após estudo que identificou maior disposição de patrocinadores associarem suas marcas a torneios de futebol que ocorram simultaneamente. Uma empresa que gastou milhões, por exemplo, para expor seu nome na Eurocopa talvez não colocasse dinheiro em outro torneio no ano anterior, mas poderia dividir sua despesa já programada se os torneios forem realizados no mesmo ano.

VEJA MAIS

A tabela da Copa América do Brasil

Argentina e Colômbia querem ser sedes juntas da Copa América 2020

Paraguai na Copa do Mundo de 2030 abre crise; Chile e Colômbia querem vaga

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo