Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Palmeiras estuda estender ao YouTube transmissão de jogos no Brasileiro

Marcel Rizzo

2006-04-20T19:04:00

06/04/2019 04h00

Presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, que ainda negocia com a Globo direitos de TV para 2019 (Crédito: Ale Cabral/AGIF)

O Palmeiras tem, pelo contrato assinado com a Turner para transmissão do Brasileiro em TV fechada, o direito de streaming em plataforma própria fechada dos 12 jogos dele contra os outros seis times que assinaram com a empresa norte-americana e estão na Série A em 2019 (Santos, Inter, Ceará, Fortaleza, Bahia e Athletico-PR). O clube até já decidiu onde passará essas partidas, na TV Palmeiras Play com acesso exclusivo aos sócios Avanti. Mas o clube quer mais e conversa com a Turner sobre a possibilidade de que essas transmissões possam ser feitas em redes sociais e abertas, portanto, a todos os torcedores palmeirenses.

O blog apurou que a intenção do Palmeiras é criar uma alternativa para que os torcedores que não têm acesso à TV fechada não fiquem privados dos jogos do Palmeiras no Brasileirão, caso não se chegue a um acordo com a Globo para exibição na TV aberta e no pay-per-view. A ideia é a liberação do sinal na plataforma streaming Palmeiras Play (TV do Palmeiras) ser ampliada para veículos de grande alcance como YouTube, Facebook e outros. A informação é a de que Palmeiras e Turner já conversaram sobre tal possibilidade. Procurado, o Palmeiras informou que não comentaria o assunto.

A ideia só cobre as 12 partidas do Palmeiras que hoje já têm transmissão programada na televisão por meio da TNT, o canal a cabo da Turner que transmitirá as partidas do Brasileiro, via internet pelo EI Plus, streaming da Turner, e pelo Palmeiras Play, que consta no contrato entre o clube e a empresa norte-americana. Os 26 confrontos que estão sem qualquer transmissão, ou no escuro para usar o jargão do meio, não entrariam nesse pacote e ainda é preciso esperar para ver se o Palmeiras fechará, ou não, com a Globo para TV aberta e principalmente o pay-per-view. Esses jogos não podem passar em nenhuma mídia porque os 13 adversários têm contrato com a Globo, o que o Palmeiras não tem.

VEJA MAIS:

CBF evita Palmeiras no horário nobre enquanto acordo com a Globo não sai

Corinthians bate marca do Santos e lidera audiência no YouTube

A liberação de uma transmissão em streaming aberto depende, claro, do aval da Turner, dona dos direitos dessas partidas entre os times sob seu contrato. A questão é como a empresa avaliará essa situação, já que tem um pacote pela internet em que cobra para isso — os confrontos entre os sete times terão transmissão da TNT e do EI Plus, serviço que faz parte do UOL Esporte Clube e tem mensalidades a partir de R$ 19,90.

Há o fator DAZN, que pode ser usado como exemplo. A empresa de streaming, que tem exclusividade no Brasil para a Copa Sul-Americana e cobrará por isso, liberou algumas partidas da competição em seu canal do YouTube, de graça, para consolidar a marca hoje ainda desconhecida para muitos consumidores. O jogo entre Racing e Corinthians, na Argentina, dia 27 de fevereiro bateu o recorde de audiência de um live esportivo no Brasil, com 438 mil espectadores no pico. A imagem também foi liberada para a Rede TV!, em canal aberto, atingindo quase 15 pontos e liderando a audiência por alguns minutos durante a cobrança de pênaltis.

A ideia é embrionária, portanto é melhor o torcedor ainda não se empolgar com a possibilidade de ver o Palmeiras no YouTube ou Facebook. Aquele que é sócio Avanti, qualquer plano, terá acesso à Palmeiras TV Play, mesmo que não tenha pacotes de TV a cabo com a TNT ou o streaming EI Plus da Turner.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo