Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Corinthians e outros brasileiros podem ir a Mundial sem vencer Libertadores

Marcel Rizzo

2016-04-20T19:04:00

16/04/2019 04h00

Corintiano Danilo Avelar em jogo contra o Racing que garantiu vaga na Sul-Americana (Crédito: Agustin Marcarian/Reuters)

A classificação de campeões da Copa Sul-Americana para o novo Mundial de Clubes da Fifa pode ser definido por um torneio curto entre os quatro últimos vencedores da competição. A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) estuda como indicar os seis representantes do continente na primeira edição do torneio mundial em formato inchado, em 2021 — o Conselho da Fifa aprovou em março o Mundial quadrienal com 24 clubes.

Em evento no Rio essa semana o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, disse que quatro das seis vagas devem ficar com os campeões da Libertadores de 2017 a 2020 — a edição 2021 ainda estará em andamento quando ocorrer o Mundial, programado para junho e julho. Grêmio e River Plate (ARG), campeões em 2017 e 2018 respectivamente estariam dentro. Os vencedores de 2019 e 2020 se juntariam a eles, mas ainda faltariam duas vagas, que tem boas chances de ficar com vencedores da Copa Sul-Americana. Isso interessa muito a Corinthians, Botafogo e Fluminense, brasileiros que se mantêm na disputa da edição de 2019.

Há na Conmebol, como mostrou o blog, quem defenda que o ranking da Libertadores seja usado pelo menos para uma dessas duas vagas. Consideram mais justo do que a Sul-Americana, uma competição que tem como participantes, na maioria, times que conseguiram posições intermediárias em seus torneios nacionais. Dominguez, entretanto, acha que o classificado tem que ter conquistado um título continental entre os Mundiais, por isso sua predileção para que essas duas outras vagas sejam dadas a times que levantarem a taça da Sul-Americana.

VEJA MAIS:

Conmebol indica quatro campeões da Libertadores no novo Mundial de Clubes

Ranking da Libertadores é mais justo do que Sul-Americana para ir a novo Mundial

O ranking maluco que os times brasileiros podem depender para ir ao novo Mundial de Clubes

Como entre os Mundiais, que será disputado a cada quatro anos (2021, 2025, 2029), serão quatro os campeões da Sul-Americana a ideia é que no início do ano do Mundial seja realizado um torneio entre esses últimos vencedores para definir os dois classificados. O formato não está pronto, mas poderia ser dois confrontos entre essas equipes, em campo neutro, com os vencedores garantindo vaga no Mundial. Quem enfrenta quem seria definido por sorteio.

Se isso for aprovado, Independiente (ARG) e Athletico Paranaense já estariam credenciados ao mata-mata rumo ao Mundial por terem levantado a Sul-Americana em 2017 e 2018, respectivamente. Os vencedores de 2019 e 2020, portanto, entrariam nesse torneio relâmpago também. Corinthians, Fluminense e Botafogo são os brasileiros que ainda estão na disputa da edição 2019 — Santos, Chapecoense e Bahia foram eliminados na primeira fase.

Classificados para a segunda fase, o time paulista e os dois cariocas aguardam sorteio da Conmebol para saber quem enfrentarão. Mas se a entidade decidir dar aos campeões da Sul-Americana a chance de ir ao Mundial, restariam dez jogos para essas equipes se qualificarem para o mata-mata que definirá mais um representante do continente na competição organizada pela Fifa. A esses três, outros brasileiros podem se juntar já que os oito times que terminarem a fase de grupos da Libertadores em terceiro da chave são deslocado para a Sul-Americana.

Hoje, Atlético-MG e Grêmio são aqueles com mais chances de aparecerem nessas posições, mas ambos ainda brigam para continuar na Libertadores-2019. Inter, Flamengo, Cruzeiro, Palmeiras e Athletico-PR devem avançar às oitavas de final e, claro, seguir na briga pelo título e classificação direta no Mundial de 2021, se a Conmebol confirmar a vaga desse campeão.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo