Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Copa América terá lista provisória de convocados maior que da Copa do Mundo

Marcel Rizzo

29/04/2019 04h00

Tite convoca seleção brasileira para a Copa América em 17 de maio (Crédito: Leo Correa/AP)

O regulamento da Copa América-2019, no Brasil, exige que os participantes enviem uma relação provisória de até 40 jogadores até 15 de maio, 30 dias antes do início da competição — é maior do que a de 35 exigida pela Fifa para a Copa do Mundo. Dois dias depois dessa data, Tite anunciará a convocação da seleção para o torneio com os 23 escolhidos de sua lista definitiva. Novamente não devem ser revelados os suplentes, num primeiro momento ao menos, mas dessa vez a polêmica de 2018 será evitada: jogadores que estiverem entre os 40 não precisarão cumprir o resguardo que a Fifa exige na Copa do Mundo.

No ano passado o Palmeiras chegou a tirar Dudu de um jogo da Copa do Brasil, contra o América-MG, porque ele estava na lista de reservas da seleção para a Copa. A Fifa impõe período de descanso para atletas que estejam nas relações provisórias, que no caso dos Mundiais conta com 35 nomes e não 40. À época a CBF não informou a tempo do jogo se Dudu poderia ou não atuar — ele não estava na lista final que já havia sido antecipada por Tite. O Palmeiras então optou pela cautela e o deixou fora.

LEIA MAIS:

Dudu desfalcou Palmeiras em jogo da Copa do Brasil por estar em pré-lista de Copa

Além de Dedé, lista extra de Tite para a Copa da Rússia teve Rodrigo Caio e Artur 'baleado' 

Tite revela Dedé em lista extra e manda recado para excluídos da Copa-2018

Para a Copa do Mundo a CBF decidiu não revelar os 12 jogadores suplentes, apenas os 23 da lista final, mas aos poucos estes nomes foram aparecendo. Além de Dudu, o cruzeirense Dedé (este o único revelado por Tite no dia da convocação), os gremistas Luan e Maicon e o então são-paulino Rodrigo Caio estavam relacionados. No fim de maio, quando enviou a lista definitiva para a Fifa, a CBF conformou que os atletas na "reserva" poderiam atuar sem problemas no Campeonato Brasileiro até o calendário parar pouco antes do início do torneio da Rússia.

Para a Copa América, entretanto, não há esse resguardo. Se Tite mandar uma lista para a Conmebol com 40 nomes (quatro obrigatoriamente têm que ser goleiros), os jogadores reservas que não estiveram na convocação final poderão atuar normalmente por seus times até o Brasileiro parar para o começo da competição de seleções, em 14 de junho. Não está claro, entretanto, se Tite mandará uma lista completa com 40 nomes, já que o artigo 30 do regulamento da Copa América fala em "até" 40 jogadores. De qualquer maneira ele precisará enviar atletas relacionados até dois antes de anunciar a convocação, em 17 de maio.

Em 20 de maio ele já pretende trabalhar com jogadores do futebol inglês que sejam chamados, já que a temporada por lá estará encerrada — que pode ter a exceção daqueles do Liverpool, do goleiro Alisson e do atacante Firmino, que briga para estar na final da Liga dos Campeões, dia 1º de junho. Os demais atletas devem se apresentar até 30 de maio no centro de treinamento de Teresópolis (RJ), onde será realizada a preparação.

A relação final com os 23 nomes para a Copa América tem que estar na Conmebol até 30 de maio e, como na Copa do Mundo, um jogador só pode ser substituído se estiver machucado e até 24 horas antes da estreia. Também como no Mundial o substituto não precisa ser um daqueles da pré-lista. A seleção faz seu primeiro jogo em 14 de junho, no Morumbi, contra a Bolívia. Na primeira fase ainda enfrenta Venezuela e Peru.  

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo