Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

Palmeiras: dois nomes são opções caso pressão sobre Alexandre Mattos cresça

Marcel Rizzo

16/10/2019 04h00

O desgaste de Alexandre Mattos no comando do futebol do Palmeiras faz com que nomes comecem a surgir como opção caso o dirigente deixe. Um deles é caseiro, o de Cícero Souza, hoje gerente e braço-direito de Mattos, e outro é o de Thiago Scuro, atualmente CEO do futebol na Red Bull.

A ala que defende Souza é a mais próxima ao presidente Mauricio Galiotte, que gosta muito do trabalho realizado por Mattos e Cícero. O problema é que o atual diretor de futebol tem sido criticado por torcidas organizadas, que já fizeram até protesto em frente à casa de Mattos devido à montagem do elenco em 2019, considerara ruim.

A revelação feita no fim de semana passado pelo jornalista Ricardo Perrone em seu blog no UOL Esporte, de que Mattos aluga imóveis a membros da comissão técnica que pagam com um auxílio-moradia que teve reajuste recente, pegou mal e há quem defenda sua demissão. O diretor disse que pode alugar suas propriedades a quem quiser e que qualquer aumento em benefícios de funcionários do departamento de futebol tem que passar por dirigentes acima dele, que de fato aprovam a documentação.

LEIA MAIS:

Mattos alugue imóveis a quem tem auxílio-moradia no Palmeiras a seu pedido

Conselheiros cobram reunião extraordinária para discutir aluguéis de Mattos

A questão é se Galiotte vai aguentar a pressão e bancar Mattos, que tem contrato até o fim de 2021. Dentro do clube é consenso que é preciso uma renovação para o elenco em 2020, independentemente do que acontecer no restante do Campeonato Brasileiro — atual campeão, o Palmeiras hoje é o vice-líder oito pontos atrás do Flamengo.

A dúvida é se Mattos é o homem ideal neste momento para fazer isso por dois motivos: o bom relacionamento do diretor com atletas mais veteranos que, para muitos, não devem renovar, caso do goleiro Fernando Prass, e um uso maior da base, que não é o modus operandi de Mattos.

Os defensores de Cícero Souza acham que ele pode manter o cenário bom criado por Mattos dentro do elenco e se ajustar às mudanças que a diretoria quiser. Já Scuro tem no currículo montagem de elencos com menos dinheiro, por exemplo, que pode ser um caminho para 2020 com a manutenção de parte das estrelas, como Dudu, Felipe Melo e Luiz Adriano.

Resta saber se Scuro deixaria a Red Bull neste momento. O time atualmente disputa a Série B do Brasileiro em parceria com o Bragantino, faz boa campanha e tem chance de acesso à Série A em 2020, depois de alguns anos no mercado brasileiro. A empresa deve apostar alto, portanto, na próxima temporada.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Blog do Marcel Rizzo