Topo

Histórico

Categorias

Aposta é que se Sampaoli deixar Santos em 2020 será para rival brasileiro

Marcel Rizzo

20/11/2019 09h40

Jorge Sampaoli tem seu futuro incerto no Santos (Crédito: Ivan Storti/Santos)

O sentimento entre cartolas santistas é que se Jorge Sampaoli sair em 2020 será para outro time do Brasil. A decisão será do treinador: o clube não pensa em tirá-lo do comando do Santos apesar da relação azeda entre o técnico e o presidente, José Carlos Peres, nem mesmo após o anúncio do superintendente Paulo Autuori de que não fica para o ano que vem. Autuori é o intermediador entre Peres e Sampaoli.

A multa rescisória de Sampaoli é de R$ 10 milhões, aproximadamente. É considerada "pagável" até mesmo para o mercado brasileiro — e há quem aposte que o técnico bancaria parte do próprio bolso caso decida sair. Clubes de países como China, EUA e até mesmo médios da Europa pagariam tranquilamente esse valor, mas é uma incógnita se Sampaoli teria mercado para voltar ao Velho Continente agora.

LEIA MAIS:

Sampaoli pode definir futuro em reunião

Autuori crava que não fica no Santos em 2020; declarações do presidente pesam

O incômodo que pode fazer Sampaoli sair do Santos não é a multa

Mas qual clube brasileiro concorreria com o Santos por Sampaoli neste momento? Entre os de maior orçamento do país, três estão hoje sem técnico efetivo para 2020: Atlético-MG, Inter e Athletico-PR. Os gaúchos estão perto de acerto com outro argentino, Eduardo Coudet, que se destacou no Racing. Os paranaenses buscam um perfil diferente de Sampaoli, mais jovem e que custe menos. O Atlético-MG tem contrato com Vagner Mancini só até o fim de 2019 e é um clube, portanto, que poderia bancar Sampaoli — apesar de o nome de Fábio Carille estar no radar mineiro.

Mas mesmo clubes que têm técnicos garantidos para 2020 poderiam buscar Sampaoli. No Grêmio há dúvida se Renato Gaúcho continuará, no São Paulo o técnico Fernando Diniz deve começar a próxima temporada pressionado pela irregularidade que apresenta neste ano. A direção do Santos tem quase certeza que haverá propostas por Sampaoli e a questão será: o técnico terá em outro clube garantia de investimento em elenco?

O argentino queria retirar a multa de seu contrato para 2020, mas não teve sucesso até o momento. Um valor pela rescisão, por sinal, não existiria no contrato e só entrou no dia da assinatura, por determinação do Santos. O clube inicialmente não queria porque já tinha um passivo grande pagando multas para técnicos anteriores, como Cuca e Jair Ventura. Ao final o clube entendeu que seria maior a chance de Sampaoli ir embora do que o clube demiti-lo.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Blog do Marcel Rizzo