Topo

Histórico

Categorias

Copa América-2020 terá limite de jogos transmitidos em TV aberta

Marcel Rizzo

21/11/2019 13h50

A Conmebol abriu concorrência para os direitos de transmissão da Copa América-2020, que será disputada na Argentina e na Colômbia entre 12 de junho e 12 de julho. Propostas podem ser feitas para todas as plataformas (TVs aberta e fechada e internet), mas há uma novidade para os contratos que forem fechados em TV aberta: somente poderão ser transmitidos 11 dos 38 jogos que a competição terá. A confederação sul-americana, desta maneira, quer turbinar o streaming, que na visão da entidade será o futuro para as transmissões de campeonatos esportivos.

As empresas interessadas, na carta enviada, precisam informar o valor que oferecem por cada plataforma, caso queiram fechar mais de uma — a Conmebol não quer fazer uma previsão de quanto poderá receber pelo torneio em 2020. Este será o primeiro contrato de direitos de transmissão para torneio de seleções fechado pela Conmebol após o escândalo de corrupção que estourou em 2015 e que levou cartolas à prisão, entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin. A principal acusação foi de que receberam propina para fechar acordos televisivos para torneios como a Copa América.

LEIA MAIS:

Copa América-2020 terá abertura na Argentina e final na Colômbia

Argentina divulga os estádios que receberão a Copa América-2020

Copa América pode ajudar Maracanã a receber a final da Libertadores-2020

A Conmebol limitou em 11, com mínimo de 10, as partidas que poderão ser vendidas para TV aberta. Estão no pacote a abertura e a final, as duas semifinais, o jogo de terceiro lugar, os cinco confrontos da seleção do país da empresa compradora na primeira fase e, para completar 11, o jogo do time desse país nas quartas de final, se alcançar essa etapa. Esse critério vale apenas para empresas com sede na América do Sul – para as demais plataformas (TV fechada e internet) vão se comercializar as 38 partidas.

O Grupo Globo, que deteve os direitos de transmissão da Copa América em 2019 para o Brasil, tem preferência na compra, inclusive para igualar oferta dos concorrentes. Caso feche para TV aberta, o que é bem provável, poderá passar portanto somente a abertura e o Brasil na primeira fase e nas quartas de final. Caso compre o pacote completo, com TV fechada (SporTV) e streaming nessas outras plataformas poderá ter os 38 jogos.

Segundo o blog do jornalista Rodrigo Mattos, a Globo pagou R$ 51 milhões pela Copa América-2019 — estima-se que o valor para 2020 fique bem acima desse, já que é negociado por uma nova empresa, a Dentsu, contratada pela Conmebol para realizar essa concorrência. Só não estarão à venda os direitos para a Argentina e para países do Oriente Médio e norte da África, que já têm contratos vigentes.

A Copa América-2020 terá um regulamento diferente dos torneios anteriores mais recentes. As 12 seleções (as dez da América do Sul, mais as convidadas Qatar e Austrália) vão se dividir em dois grupos, o Norte, na Colômbia (onde estará o Brasil), e o Sul, na Argentina. Os times se enfrentam dentro da chave, com cinco jogos para cada um portanto na primeira fase, dois a mais do que se fez na Copa Amérca-2019 nessa etapa.

Os quatro primeiros de cada chave avançam às quartas de final, aí com confrontos eliminatórios tradicionais até se chegar à final. A partir de 2020 a Copa América se torna quadrienal e a próxima edição será disputada somente em 2024, se adequando ao calendário da Eurocopa. Ainda não há sede definida para 2024.

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Blog do Marcel Rizzo