Blog do Marcel Rizzo

Arquivo : Esporte Interativo; Globo; Copa do Nordeste

Possível transmissão via Facebook diminui atritos na Copa do Nordeste
Comentários Comente

Marcel Rizzo

Os organizadores da Copa do Nordeste negociam os direitos de transmissão para 2018 com duas emissoras de TV aberta, as afiliadas de SBT e Record na região, e com o Facebook, para transmissão online.

O blog apurou que as negociações com as duas emissoras e, principalmente, com o Facebook agradaram aos clubes que fazem parte da Liga. Uma das preocupações era que, sem a renovação com a Globo, houvesse uma diminuição do alcance da Copa do Nordeste sem estar presente em uma plataforma aberta, que não haja cobrança de assinatura para se assistir aos jogos.

Mesmo se não houver acordo com TVs, as transmissões onlines atendem o desejo de atingir o púbico de forma gratuita — a TV fechada cabe ao Esporte Interativo, que é o detentor dos direitos até 2022 e quem negocia para todas as plataformas.

Parceira nos últimos anos em TV aberta, a Globo não renovou o acordo, não concordando com aumento pedido de 40%, o que gerou desconfianças de membros da Liga do Nordeste sobre a viabilização econômica da competição. O Sport, vice-campeão da edição 2017 e uma das principais forças do futebol nordestino, comunicou que deixaria a Liga, e consequentemente o torneio, por não concordar com formato de disputa e com as cotas pagas.

O Esporte Interativo garantiu aos clubes o pagamento da cota integral mesmo se não houver acordo com nenhuma TV aberta – cada clube recebe mínimo de R$ 600 mil, e o campeão pode faturar mais de R$ 2 milhões – estima-se que a receita total da competição em 2018 seja de R$ 28 milhões.

O Bahia, campeão da edição de 2017 e os times cearenses apoiam o novo formato, que terá 16 participantes (não mais 20), com 12 garantidos via performance nos Estaduais, e os outros quatro saindo por uma seletiva também com base em classificação no Estado.

Além do Sport, o Náutico, outro de grande torcida na região, não gostou da fórmula porque não garante a ele uma vaga na competição sem que tenha se qualificado via Estadual. O Náutico seguiu o Sport e avisou que deixará a Liga – o clube não tem vaga para jogar o Nordestão no ano que vem, mas curiosamente pode entrar com a desistência do Sport.

O Esporte Interativo informou que “não comenta negociações em andamento ou especulações”.


Sem Globo, EI pagará cota integral de TV para os clubes da Copa do Nordeste
Comentários Comente

Marcel Rizzo

Sem acordo com a Globo para o repasse dos direitos de transmissão da Copa do Nordeste em TV aberta para 2018, o Esporte Interativo informou aos clubes participantes do torneio que pagará a eles valor integral da cota, independentemente de acerto com outras emissoras.

Havia preocupação de cartolas de clubes e de federações da região de que o torneio perdesse dinheiro e visibilidade. Por isso que o Esporte Interativo, que detém os direitos e até a edição deste ano sublicenciava para a Globo em TV aberta, prometeu pagar a diferença mesmo que não tenha parceiro– estima-se que a receita total da competição, em 2018, seja de R$ 28 milhões.

Como mostrou o Blog do Ohata na semana passada, não houve até o momento renovação para que a Globo, por meio de suas afiliadas, continuasse transmitindo a competição no ano que vem. A Globo detinha a preferência de compra e a emissora não concordou com o aumento de 40% para o novo contrato.

O torneio reúne os principais times do Nordeste e é visto como mais rentável e esportivamente mais atraente do que os Estaduais. Sem TV aberta, os clubes temem perda de visibilidade principalmente para negociarem os seus contratos de patrocínio, que normalmente ocorrem no início de temporada.

Em reuniões com dirigentes, o blog apurou que representantes do Esporte Interativo informaram que estão negociando parcerias com outras TVs abertas da região, que há tempo até janeiro mas que garantem a diferença em dinheiro porque avaliam que o torneio está valorizado. E que haverá novos players em redes sociais para que se tenha acesso à competição, que é chancelada e faz parte do calendário da CBF.

O Grupo Globo e o Esporte Interativo, que pertence ao Grupo Turner, têm disputado torneios nacionais, inclusive o Brasileiro da Série A em TV fechada, que a partir de 2019 terá jogos transmitidos pelos canais dos dois grupos (EI e SporTV).

O Esporte Interativo informou que “garante que a Copa do Nordeste terá ainda mais visibilidade nas próximas edições, com transmissões em TV aberta, fechada e também nas redes sociais. O valor de direitos pago à Liga do Nordeste [que organiza a competição] e, por consequência, aos clubes, seguirá aumentando ano após ano, como já vem acontecendo”.

Em nota enviada, o Grupo Globo informou que “mantém interesse em todos os eventos que contem com a participação dos grandes clubes brasileiros. Não há qualquer desistência do direito de negociar, estamos sempre abertos ao diálogo”.

Nesta quarta (24), ocorre em Salvador a finalíssima entre Bahia e Sport da edição deste ano, jogo que terá a Arena Fonte Nova lotada. A primeira partida, no Recife, terminou 1 a 1.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>