Blog do Marcel Rizzo

Seis candidatos e três vagas no gol : Vanderlei terá sua chance na seleção

Marcel Rizzo

Vanderlei continua no radar de Tite para o gol da seleção (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

A não convocação do goleiro Vanderlei para os próximos dois jogos da seleção brasileira acirrou ânimos, principalmente de santistas, já que ele vive grande fase e há algumas semanas o centro de treinamento do Santos teve a visita de Taffarel, preparador de goleiros do Brasil.

Cássio, corintiano que também vive bom momento, foi a opção de Tite no momento, ao lado de Alisson e Ederson, que já vinham sendo chamados. Como mostrou o blog, hoje Cássio tem uma pequena vantagem sobre Vanderlei, e tem potencial até para ser o titular na Copa-2018.

Mas os santistas devem se acalmar: Vanderlei terá chance, se não tiver problemas físicos ou queda acentuada de desempenho nos próximos meses. Tite reservou o mês de novembro, quando ocorrerá amistosos, para observar mais aletas novos do que normalmente faz em convocações para as eliminatórias.

E mais: como o gol é a posição que mais traz dúvidas na cabeça da comissão técnica da seleção brasileira, não é impossível que Cássio e Vanderlei apareçam juntos em uma lista de convocados, e até sejam chamados, os dois, para a Copa-2018.

Alisson tem sido o titular de Tite, mas não fez muitas partidas na temporada passada pela Roma – algo que pode mudar esse ano, o que deve garantir a ele uma vaga na Copa. Ederson teve ótimas temporadas pelo Benfica, e acabou sendo contratado pelo Manchester City. Há uma interrogação de como ele ficará no novo clube, mas hoje está à frente, por exemplo, de Weverton, do Atlético-PR, que é o goleiro com mais convocações com Tite.

Hoje, são seis nomes brigando por vaga na Copa para o gol: Alisson, Ederson, Weverton, Cássio, Vanderlei e Diego Alves, que foi para o Flamengo e está na lista de Tite e Taffarel. O gremista Marcelo Grohe parece, no momento, descartado.

O Brasil enfrenta o Equador, dia 31 de agosto, em Porto Alegre (na Arena do Grêmio), e a Colômbia, fora de casa, no dia 5 de setembro. A seleção, já classificada para a Copa do Mundo da Rússia, volta a campo nas eliminatórias em outubro, contra Bolívia, fora, e Chile em casa.

Em novembro devem ocorrer dois amistosos, assim como em março de 2018, os últimos jogos antes da convocação para a o Mundial.