Topo
Blog do Marcel Rizzo

Blog do Marcel Rizzo

Categorias

Histórico

CBF vai divulgar horários de jogos do Brasileiro sem Palmeiras na TV aberta

Marcel Rizzo

2028-03-20T19:04:00

28/03/2019 04h00

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) promete até sexta-feira (29) divulgar a tabela desmembrada das primeiras rodadas da Série A do Brasileiro, que começa no final de semana de 27 e 28 de abril. Saberemos, portanto, horários e dias dos jogos iniciais do campeonato. A entidade segurou o máximo que pôde esperando que Palmeiras e Athletico Paranaense fechassem com a Globo, principalmente para a TV aberta, para saber como manejar os confrontos de horário nobre (domingos às 16h e quartas às 21h30).

Os paranaenses se acertaram no começo da semana, como revelou o blog do Rodrigo Mattos, e isso já deve fazer com que a primeira partida do Athletico, contra o Vasco, que até agora estava sem qualquer transmissão possa aparecer no horário das 16h de domingo, o tradicional para TV aberta aos finais de semana — o Athletico ainda não assinou para o pay-per-view.

É improvável que o Palmeiras feche seu acordo com a Globo ainda nessa semana, portanto a CBF terá que distribuir as partidas da equipe, pelo menos nesse início, sem previsão de transmissão na TV aberta. Na quarta rodada, por exemplo, o Palmeiras visita o Atlético-MG, em jogo com potencial para aberta. Na situação atual esse confronto não tem qualquer transmissão, já que os mineiros não são um dos times que tem acordo com a Turner para TV fechada.

Somente 12 das 38 partidas do Palmeiras têm transmissão prevista no momento, contra os seis clubes que também têm contrato com os americanos: Santos, Inter, Ceará, Bahia, Athletico e Fortaleza. A estreia será contra o Fortaleza, em casa, e este poderá ser visto no canal TNT, no cabo, onde a Turner transmitirá suas partidas, além da internet.

A Lei Pelé, em seu artigo 42, diz que os direitos de transmissão, retransmissão e produção de imagens pertencem às entidades de prática desportiva. Apesar de algumas pessoas afirmarem que o texto indica que o clube que detenha o mando de campo tem o direito de transmissão daquele jogo, especialistas e executivos das principais emissoras de TV do Brasil avaliam que o artigo diz que os dois times possuem esse direito.

Ou seja, ambos precisam autorizar a transmissão. Se um time A fechou com a Globo e o B não, e esse B não der o aval para a transmissão, o jogo não tem TV. Por isso todas as partidas do Palmeiras contra os 13 times com contrato apenas com a Globo não podem ser transmitidos em qualquer plataforma (TVs aberta e fechada e pay-per-view), até que as partes se acertem. Ou não.

O entrave entre Palmeiras e Globo é um redutor, de até 20%, que a emissora quer colocar no contrato de TV aberta pelo fato de os paulistas terem fechado com a Turner para fechada. Há também discussão sobre critério de divisão da bolada do pay-per-view que levará em conta, por exemplo, audiência.

VEJA MAIS

Globo sem Palmeiras e Athletico deixa 16 rodadas com dois jogos no 'escuro'

Você pode não ter onde ver o jogo decisivo de seu time no Brasileiro de 2019

Jogos sem transmissão podem encarecer o VAR para a CBF

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Mais Blog do Marcel Rizzo