Topo

Histórico

Categorias

Com Ceni e sócios, Fortaleza deve ter recorde de público contra o Flamengo

Marcel Rizzo

16/10/2019 12h00

O Fortaleza aparece com a quinta maior média de público do Brasileiro-2019, atrás apenas dos clubes com as quatro maiores torcidas do país, Flamengo, Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Nesta quarta (16), contra o time carioca, os cearenses devem bater seu recorde de torcedores presentes na Arena Castelão no campeonato: a marca atual são os 41.975 na derrota de 1 a 0 para o São Paulo, em 12 de maio. Esse jogo teve um ingrediente especial do encontro entre o técnico Rogério Ceni e seu ex-clube.

O estádio cheio tem duas marcas: a presença de Rogério Ceni, técnico atração que começou a temporada no Fortaleza, saiu em agosto para ficar seis semanas no Cruzeiro e depois retornar, e os sócios-torcedores. Segundo levantamento do clube, 56% daqueles que entraram no estádios em jogos no Castelão fazem parte do projeto de sócio-torcedor — são 30 mil hoje que pagam o programa.

LEIA MAIS:

Efeito Ceni faz Fortaleza ganhar R$ 3,5 milhões a mais com sócio-torcedor

Opinião: Ceni erra ao voltar para o Fortaleza após ganhar "tudo"

Ceni irritou Cruzeiro porque queria carta-branca igual tinha no Fortaleza

Para esta quarta, 14.813 pessoas já fizeram o check-in, termo usado quando o sócio ativa seu ingresso para o jogo. Turbinado pelos mais de 14 mil ingressos destinados à torcida do Flamengo, já todos vendidos, a previsão é de que mais de 42 mil pessoas estejam no Castelão nesta noite acompanhando a partida. Como mostrou o blog, o efeito Ceni fez o clube faturar R$ 3,5 milhões a mais com seus sócios-torcedores em 2018.

"Não há dúvida de que os programas de sócio-torcedor são um fator importante no bom público do Brasileirão deste ano. Quatro dos cinco líderes na média, incluindo o Fortaleza, têm a maioria de seu público pagante normalmente formado por sócios. É um torcedor mais fidelizado, que tem contato constante com o clube e acaba tendo uma frequência maior no estádio", disse André Monnerat, diretor da Feng Brasil, empresa especializada em projetos de engajamento de fãs.

O fato de a Arena Castelão, estádio reformado para a Copa do Mundo de 2014, ter voltado no fim de 2018 para a gestão do governo do Ceará, depois de cinco anos concedido a uma empresa, ajuda o Fortaleza, e também o rival a Ceará, a ativar ações já que os clubes agora são os responsáveis pela administração de seus jogos.

"O modelo atual é interessante para nós. Podemos focar na operação de jogo e conseguimos explorar a arena de uma forma muito mais eficiente com ativações, publicidade e bares. Promovemos fan fests, com atrações para os mais diversos tipos de público e, desta forma, ocupamos o local por muito mais tempo", disse o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz.

AS CINCO MAIORES MÉDIAS DE PÚBLICO NO BRASILEIRO-2019

Flamengo – 53.151 presentes

Corinthians – 35.046

São Paulo – 34.260

Palmeiras – 30.384

Fortaleza – 29.779

Sobre o Autor

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Sobre o Blog

Notícias dos bastidores do esporte, mas também perfis, entrevistas e personagens com histórias a contar.

Blog do Marcel Rizzo